História de vida

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Saturada + já estive pior! Bem pior...

Quando pessoas ao seu redor não sabe lidar com sua depressão e seus transtornos,  muitas das vezes depende de uma própria pessoa, aquela mesma que está no mesmo cômodo que vc!  Aquela simples a pessoa, bem ali!   Sentada no sofá.. Ela pode me ajudar.. Ela quer me ajudar.. Mas não sabe como me ajudar.. Eu tbm não sei como poderia me ajudar,  não posso ajudar essa pessoa a me ajudar.. E bastante confuso. Mas ao mesmo tempo simples. Muitas das vezes depende de uma única pessoa. 
Aquela que partiu. Aquele que deu um tempo pra sempre..  Aquele que está distante..  Aquele que está perto mas ao mesmo tempo longe.  Essa pessoa não e a cura.  Mas, sim.  Ela pode ajudar. Mas,  não. Não depende de vc.  Muitas das vezes essa pessoa tenta ajudar da maneira dela..  Acaba que sofre junto..  Se frusta e deixa me pior por não ajudar a me ajudar... 

Ontem eu tive uma das crises..  Um gatilho..  Algo tão simples e tão aprisionador sabe...  Impotência..  Imediatamente veio na minha cabeça que tudo dará errado. Não importa oque aconteça daqui pra frente.. Mas tudo...  Tudo dará  errado.  Não importa qual rumo eu tome.  Nada,  absolutamente nada dará certo.  Choro,  soluços, aceitação...  Me sentindo sem solução.. Sem volta..  Causa perdida...  E tudo tão  intenso.. Só queria acabar com esse sentimento de dor que me coloca uma em uma sala sem portas nem janelas,  na escuridão.. Estou perdendo o ar...  

Essa crise chega tão repentinamente e vai embora da mesma forma.. Estou a meses planejando ir no maldito psiquiatra, pra tratar essa maldita doença que faz parte de mim como minha sombra. E sempre desisto porque sempre acho que vou conseguir mudar isso sozinha. Que e apenas uma fase ruim. Mas não e..  Problemas pra dormir ta me afetando muito. Fico ansiosa pensando e pensando, vejo dia amanhecer... Que inferno! 

Hoje eu tinha duas entrevistas de emprego.  Há 17 quilômetros as 8:30 da manhã e uma bem perto às 14:30. Pra começar eu não consegui dormir. Só bebi chá pra dar uma acordada, comi algo e sai.  Consegui chegar certinho. Na entrevista tinha mais umas 10 garotas super bem avaliadas.  Com faculdade tetminada.. Trabalhos anteriores bem acima de muitos por ai. Classe A.  Com mais de um ano de experiência no cargo. Muito logicamente que EU com pouco mais de 3 meses somente de experiência, sem ensino médio concluído não iria me destacar dentre meninas. Ainda com ataque de ansiedade na hora.. Não sai correndo nem chorei.  Mas gaguejei..  Não acho que fui tão mal diante disso. Porém, jamais iria conseguir.

O ponto alto que ganhou meu dia foi quando eu atravessei a passarela e fiquei por uns minutos parada olhando os ônibus, estava procurando meu ônibus. Porque tinha 4 pistas, 2 para retorno e eu estava esperando meu ônibus passar pra ir para o ponto certo..  Dai veio uma senhora simpática veio e me perguntou se eu estava bem. Ela pensou que eu fosse pular!  Eu falei rindo pra ela que sim. Só estava esperando meu ônibus e que eu não iria pular.  Foi engraçado mas e muito bom ver que existe pessoas que se preocupa com o próximo.
Dentro do segundo ônibus pra casa,  comecei a me sentir mal.. Estava absurdamente calor. E eu toda de preto formalmente. Sorte que consegui chegar em casa sem vomitar antes na rua ou desmaiar.. Minha pressão estava baixa,  estava enjoada e tonta. Fiquei frustrada com a entrevista e acabei desistindo de ir pra segunda.
Estou bem. Porém, ainda sem dormir. 

Um comentário:

Jennifer Gama disse...

Não desista marque a consulta é para seu bem, fiquei contente com a senhora que se preocupou com você, um anjo.
Difícil estar desempregada,mas vai dar tudo certo!!